Fechar
AO VIVO

Repórter do ‘Encontro’ chora ao vivo durante reportagem

Taísa Moura não conseguiu segurar a emoção e foi às lágrimas ao falar da situação de milhares de moradores de uma das cidades afetadas

Bruno PintoRepórter do EM OFF

Reportagem ao vivo sempre é um dilema, pois os jornalistas nunca sabem o que vai acontecer durante a matéria e muitas vezes acabam sendo surpreendidos com os entrevistados ou até mesmo com a própria reação diante de acontecimentos capazes de deixá-los completamente emocionados. Foi o que aconteceu com uma repórter da Rede Globo, que acabou chorando enquanto noticiava os estragos causados pelas enchentes na Bahia.

Na manhã desta terça-feira (14), Fátima Bernardes iniciou o programa “Encontro” falando sobre a triste situação vivida por milhares de pessoas que perderam tudo em decorrência das fortes chuvas que afetam o extremos sul do estado nordestino. Em um determinado momento, a apresentadora da atração matinal chamou a jornalista Taísa Moura para falar sobre as últimas notícias.

Diretamente de Itamarajú, uma das cidades mais afetadas pela tempestade, a repórter da TV Santa Cruz, afiliada da Rede Globo na Bahia, iniciou sua entrada no “Encontro” de forma tranquila e explicando a real situação dos moradores de um dos bairros da cidade: “A situação ainda é muito triste por aqui. Como o nível do rio abaixou, o pessoal aqui do bairro conseguiram entrar em suas casas para tentar alguma coisa, tirar tudo o que perdeu”.

Mesmo diante de um cenário devastador, com diversos relatos emocionantes, a repórter permaneceu firme e estava conseguindo dar conta do recado sem qualquer problema: “A gente consegue ver que todo mundo está colocando os entulhos e alguns escombros do lado de fora para que a prefeitura possa passar e fazer a limpeza e depois a desinfecção da rua”.

Continua após a publicidade

Porém, a emoção acabou dominando a jornalista que não conseguiu se controlar diante da situação e acabou caindo no choro ao vivo: “Fátima, pra mim é duro ver tudo isso que está acontecendo aqui em Itamarajú. Eu sou moradora daqui, eu nasci nessa cidade… Ver o sofrimento desse povo que perdeu tudo que eles tinham é muito dolorido, assim como ver que muita pouca coisa tem sido feita por aqui”.

Na sequência, ainda tomada pela emoção e com a voz embargada, Taísa Moura entrevistou uma senhora que também não conseguiu conter as lágrimas: “É um momento de dor, é um momento de muita tristeza isso que a gente vê aqui. Foi a pior enchente que eu já vi em toda a minha vida, não deu tempo de salvar nada. Eu cheguei hoje aqui para retirar lama, mas todo mundo aqui perdeu tudo”, disse Dona Bárbara.

Após ouvir o desabafo da colega de trabalho e assistir ao relato da moradora que está sofrendo com as consequências da enchente, Fátima Bernardes revelou que ficou completamente tocada: “É muito difícil, Taísa. Eu estou comovida e emocionada daqui, agora eu imagino a sua emoção e a sua dor vendo essas pessoas, com as quais você convive, no lugar que você nasceu”.

Preocupada com o fato da Taísa ter dito que era do local, a apresentadora do “Encontro” logo perguntou se a colega havia sofrido alguma perda com a tragédia ocorrida. A repórter revelou que felizmente não perdeu nada, pois estava morando em uma cidade vizinha, mas fez questão de dizer que nasceu na cidade e que estava ajudando os colegas na cobertura.

Por fim, Fátima Bernardes comentou com o convidado que estava no palco do programa sobre a situação da repórter: “A voz dela chegou ficou a [ficar embargada]… Eu não estava esperando, eu não sabia que ela era dessa cidade. Então, a gente imagina a dor dela, vendo aquelas pessoas que ela conviveu ou não, pois a gente não precisa conhecer alguém para sentir a dor daquela senhora”.

Você usa TELEGRAM? Então entre no nosso canal e receba nossas notícias no seu celular.
Basta clicar aqui -> https://t.me/portalemoff