Fechar
VIOLÊNCIA

Repórter do SBT é assaltado e torturado por bandidos

Profissional da TV Jornal, afiliada ao SBT em Pernambuco, ficou com rosto ensanguentado

Paulo Henrique LimaRepórter do EM OFF

O clima de insegurança nas principais capitais brasileiras é destaque frequente nos telejornais do país. Neste sábado (14), o repórter Adeildo B deixou de informar para virar a notícia. Isso porque o profissional da TV Jornal, afiliada do SBT em Pernambuco, foi vítima de assalto e tortura física ao deixar o Sambódromo de Manaus, no Amazonas, após o show da cantora Joelma.

O jornalista estava no evento em Manaus para prestigiar a artista, também uma das figuras mais populares de Recife. Especula-se que ele também teria produzido uma matéria descontraída para o programa “Turma do Barra”, um dos maiores destaques da afiliada ao SBT. No entanto, nada foi confirmado. O assalto sofrido pelo profissional deixou todos os colegas do canal preocupados.

Jacqueline Araújo, diretora do programa “Turma do Barra”, divulgou um vídeo em que o repórter do SBT surge com o rosto ensanguentado após ser agredido por bandidos nas imediações do local em que ocorreu a gravação do novo DVD da cantora, o “Isso é Calypso”. Dois homens em uma moto abordaram o comunicador, o agrediram e levaram seus pertencentes. Não foi informado se dinheiro foi roubado.

Um Boletim de Ocorrência foi registrado no 1º Distrito de Polícia Integrado em Manaus, mas até agora ninguém foi preso. “Oi gente… Eu acabei de ser assaltado aqui em Manaus…Eu peguei um moto táxi, pedi um moto táxi para voltar para o hotel. Um deles [assaltantes] entrou num beco e já tinham três atrás de mim. Levaram meus dois celulares. Foi muito rápido, muito rápido mesmo.”, relatou ele visivelmente assustado.

Continua após a publicidade

De acordo com informações do site da TV Jornal, a Polícia Civil do Amazonas vai conduzir as investigações sobre o ocorrido. Em depoimento, o repórter do SBT contou que os homens estavam portando armas de fogo e que chegou a travar luta corporal com um deles, conseguindo desarmá-lo. A arma foi jogada por cima de um muro próximo ao local em que ocorreu o assalto.

Jacqueline, diretora da atração que Adeildo faz parte, lamentou o ocorrido e cobrou a Polícia sobre as investigações do caso. “Estamos muito tristes com o que aconteceu e esperamos, sinceramente, que as autoridades policiais adotem as devidas providências!”, pediu. Araújo manteve contato com o colega de trabalho desde o momento que soube do assalto e compartilhou atualizações com os fãs nas redes sociais.

Na manhã desta segunda-feira (16), o repórter do SBT retornou a Recife. Uma participação no “Turma do Barra” estava prevista. O profissional não deve se ausentar dos trabalhos na TV Jornal.