Fechar
10 anos depois

Repórter do ‘Vem Pra Cá’ é agredida ao tentar encontrar ‘grávida de Taubaté’

Maria Verônica enganou o Brasil em 2011 ao dizer que estava grávida de quadrigêmeos

Danilo ReenlsoberRepórter do EM OFF

O Vem Pra Cá, atração matinal do SBT apresentada por Patrícia Abravanel e Gabriel Cartolano, ressuscitou a “Grávida de Taubaté” no programa desta terça-feira (6). Porém, a tentativa de reencontrar Maria Verônica Aparecida César Santos, que enganou o Brasil ao aparecer com uma barriga gigante, terminou em agressão.

A “grávida de Taubaté” ficou conhecida no Brasil após ter inventado, em 2011, que estava grávida de quadrigêmeos. Na época, Maria Verônica usava uma barriga de silicone com enchimento de tecidos e teria inventado a mentira para chamar atenção da família, que se afastou dela depois do casamento com Kléber.

Diversos programas de televisão repercutiram a sua história, como o Hoje Em Dia, da Record TV. Mobilizada para ajudar a mãe de quadrigêmeos, campanhas mobiliaram e completaram o enxoval dos bebês que, claramente, nunca nasceram. O ultrassom que ela apresentava era verdadeiro, mas havia sido copiado de uma blogueira.

A “grávida de Taubaté” foi obrigada a pagar indenização à dona do ultrassom. Depois do ocorrido, Maria Verônica se tornou pastora da Igreja Assembleia de Deus e costuma justificar que não estava em sã consciência quando inventou a história.

Nesta terça-feira (6), o marido de Maria Verônica, insatisfeito com a presença da equipe de reportagem do SBT em frente à sua casa, acabou partindo para cima da repórter e do cinegrafista, batendo na câmera e ferindo a profissional. No estúdio, Patricia Abravanel, Gabriel Cartolano e Chris Flores comentaram a situação e a história da falsa grávida.

O Vem Pra Cá tentou contato com Maria Verônica, mas a pauta não terminou bem. “Toda essa história deve ter causado um trauma muito grande neles. Por isso que acho que não teve uma má intenção, de prejudicar alguém. E acho que ela percebeu só prejudicou a si mesma“, lamentou Flores, que na época da falsa grávida, era contratada da Record TV.

A apresentadora do Fofocalizando também falou do marido, Kléber. “Devem perguntar como ele não descobriu que a gravidez era falsa, devem acusá-lo de cúmplice… Deve ser difícil. A pessoa fica prisioneira da própria mentira“, acrescentou ela.

O que eu tenho pra dizer a ela é que a gente não pode mudar o passo. E eu sei que ela é uma pessoa que tem fé. Acredite, você pode escrever uma nova história. Mas entendo esse tipo de atitude. Eu lamento, mas ainda tenho amor no coração para dar para ela“.

Confira o momento da confusão abaixo:

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo