Fechar
Cadê?

Saiba por onde anda Caio Coppolla, fiel apoiador do governo Bolsonaro

Caio Coppolla está fora dos holofotes há cerca de um mês e intriga internautas. Não se sabe se ele foi demitido ou não da CNN

Aline TorresRepórter do EM OFF

Conhecido por ser apoiador ávido do atual presidente da Republica Jair Bolsonaro, Caio Coppolla anda sumido das telinhas. O comentarista da CNN está cerca de um mês fora do ar e também evita manter suas redes sociais atualizadas. Mesmo que a última postagem seja com a namorada, ele não deixou de demonstrar seu lado político na legenda.

Os telespectadores que estão acostumados a acompanhar o canal de notícias de TV fechada, CNN, puderam reparar que Caio anda sumido dos debates, muitas vezes, enfurecidos, com aqueles que têm a visão política contraria a dele. Até o momento não se sabe se ele foi demitido do canal ou se está na geladeira.

Caio ganhou destaque após participar do programa “Morning Show” da rádio Jovem Pan, que por sinal, defende o atual presidente da República. Em seguida, foi para a novata no Brasil, CNN. Na emissora, o bacharel em direito ganhou inimizades por seu pensamento ideológico e já foi protagonista de embates acalorados.

Alguns desses adversários políticos, que até mesmo já enfrentam Coppolla em alguns dos embates, afirmam que o comentarista pode ter dado um tempo das telinhas por não concordar com atitudes e decisões recentes do atual governo presidencial e estaria esperando a poeira abaixar para retornar aos holofotes.

Continua após a publicidade

Internautas que questionam sobre o paradeiro de Caio Coppolla, sugerem que ele teria saído da CNN para retornar à Jovem Pan. A emissora ainda não se pronunciou sobre o presente e o futuro do bacharel em Direito dentro da casa e nem explicou o motivo dele ter saído repentinamente da grade.

Também longe das redes sociais, Caio não posta nada no Twitter desde junho. Já no Instagram sua última postagem é do dia 22 de julho. Nesta última, ele aparece em uma foto com a namorada em que escreveu uma longa legenda, sem deixar de externar seu posicionamento político, mesmo que de forma sutil.

Em um dos trechos da legenda, Coppolla fala sobre um vinhedo que visitou em Vinhedos, no Rio Grande do Sul, junto com a namorada. Ele falou da importância dos protocolos de saúde implantados, serem respeitados, para que a renda local não abatesse demais por conta da pandemia, além de citar porcentagem de casos de óbitos por Covid-19:

“Os protocolos desenvolvidos nessa parceria trouxeram resultados notáveis: até hoje, apenas duas internações (e nenhum óbito) entre todos os colaboradores e clientes do hotel, incluindo hóspedes testados e atendidos in locco. Conciliando cuidados com a saúde e a rende de sua Comunidade, o Spa do Vinho e diversos outros negócios da região deram exemplo de responsabilidade e sensibilidade no enfrentamento à pandemia”.

Alguns chamam este fenômeno de ‘turismo de revanche’: uma resposta da sociedade a meses de restrições (devidas ou indevidas) à liberdade de ir e vir da população. E com uma queda nacional de 62% na média móvel (7 dias) de óbitos/dia de pacientes com Covid-19 [entre 12 de abril, auge da pandemia, e 21 de julho], uma forma cada vez mais segura de apoiar nosso país, é viajar por ele”, disse ainda.

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo

Tags Relacionadas: