Fechar
SEM OS TITULARES

Sem William Bonner e Renata Vasconcellos, ‘Jornal Nacional’ bate recorde de audiência

Sob comando de Hélter Duarte e Ana Paula Araújo, a atração jornalística conquistou seu melhor desempenho no Ibope em 2022

Bruno PintoRepórter do EM OFF

A alta cúpula da Rede Globo encontrou motivos de sobra para comemorar os resultados registrados nesta segunda-feira (09). Isso porque, diversas atrações conseguiriam números acima do comum para o dia, principalmente no horário nobre. Entretanto, em meio aos índices de audiência pra lá de animadores, um especial acabou deixando os executivos da emissora dos Marinho um tanto quanto pensativos.

Trata-se do “Jornal Nacional”, que mesmo sem William Bonner e Renata Vasconcellos na bancada, conseguiu alcançar um excelente resultado. Ao contrário do que muita gente possa imaginar, a ausência dos âncoras titulares da atração jornalística não fez diferença alguma para grande parte dos telespectadores, muito pelo contrário. Com a dupla substituta, o telejornal registrou números surpreendentes.

Segundo dados divulgados pelo portal TV Pop, o “Jornal Nacional” fechou a edição de ontem (09), com 27,7 pontos de média na Grande São Paulo. O resultado em questão, além de ser a segunda atração mais vista do dia, perdendo apenas para a novela “Pantanal”, representa a maior audiência do noticioso em 2022 e sua melhor média no Ibope registrada desde novembro do ano passado.

Sob o comando de Hélter Duarte e Ana Paula Araújo, o “JN” começou a edição registrando um salto nos números dos últimos instantes da novela “Quanto Mais Vida, Melhor”. Por volta das 20h39, o noticioso marcou 24,7 pontos na capital paulista e continuou crescendo de maneira satisfatória com o passar do tempo. Às 20h56, o telejornal mais assistido do país registrou 26,2.

Continua após a publicidade

Não demorou muito tempo para situação melhorar ainda mais para o “Jornal Nacional”, que em poucos minutos depois cresceu novamente e marcou 28,1 pontos. Na sequência, a atração jornalística foi além e cravou 29,0 pontos na Grande São Paulo. Em um de seus melhores momentos da noite mais do que especial, o “JN” ultrapassou a casa dos trinta pontos e registrou 30,4.

Os excelentes índices conquistados pelo “Jornal Nacional” foram tão expressivos, que na média geral, a Rede Globo, além de liderar tranquilamente a disputada briga pela audiência durante todo o período em que o telejornal ficou no ar, manteve uma vantagem esmagadora sobre as concorrentes, que nem mesmo juntando seus números, não conseguiam ultrapassar a líder de audiência.

Para completar a felicidade dos executivos da emissora dos Marinho, a novela “Pantanal”, tida com um dos maiores sucessos dos últimos anos, conquistou mais um recorde de audiência. Com 30,8 pontos de média na capital paulista, a superprodução da Rede Globo voltou a ultrapassar a sua própria marca e fechou a noite perdendo apenas para os 33,0 pontos de média conquistados pela final da reprise da novela “Império”, ocorrido em novembro do ano passado.