10 anos de Encontro

Sonia Abrão acaba com Fátima Bernardes e desdenha de homenagem

Apresentadora da RedeTV! detonou despedida da ex-"Jornal Nacional" do "Encontro"

Paulo Henrique Lima
Repórter

Após detonar uma possível contratação de Maisa pela Globo para comandar o retorno do “Vídeo Show” (1983-2019), Sonia Abrão criticou Fátima Bernardes e a emissora concorrente. A mãe dos trigêmeos Laura, Vinícius e Beatriz Bonemer deixará o comando do “Encontro” no próximo dia 1º para assumir o “The Voice” no segundo semestre, e terá mais dias de folga como deseja.

No “A Tarde é Sua”, vespertino exibido pela RedeTV!, a comunicadora acusou o canal concorrente de copiar o “Faustão na Band”, que recentemente fez um vídeo especial para comemorar cem edições. No matinal desta sexta-feira (24), a global fez a locução de um texto de despedida e teve parte do corpo rabiscadas com palavras relacionadas ao programa substituto da “TV Globinho” (2000-2015).

“Eu gostei tanto da parte gráfica, ficou bem legal, mas a ideia dos números tiraram tudo do Faustão, do mês passado, quando ele completou cem programas no ar pela Band. Isso está na cara, muito claro, que foi feito bem esse balanço. Mas valeu, não vou nem questionar muito porque é uma despedida, é um dia de festa”, disse ela, que em seguida voltou atrás e detonou Fátima Bernardes.

“Só para comentar aqui a frieza da narração, em nenhum momento parece uma despedida, porque tem sentimento, um ciclo se encerrando, mexe com as emoções. É só um texto bonitinho, inspirado no Faustão, mas zero emoção. Talvez nem seja culpa da Fátima, mas um protocolo a ser cumprido.”, ressaltou.

Sonia Abrão, que ontem criticou Linn da Quebrada e saiu em defesa de Silvio Santos na polêmica sobre dúvidas do comunicador em relação a identidade de gênero com a mulher trans Ava Simões, também apontou suposto climão entre Fátima Bernardes e a direção da emissora. “Ela passou por muitas saia-justas e esse final é um alívio. Ninguém vai chorar por causa disso. Agora quero ver como eles vão forçar a passagem de bastão para a Patrícia Poeta. Vai ser outra coisa que não vai ter emoção.”