Fechar
Polêmica

Sonia Abrão detona Linn da Quebrada e defende Silvio Santos

Participação da ex-BBB no “Saia Justa” do GNT foi criticada na RedeTV!

Paulo Henrique LimaRepórter do EM OFF

A participação de Linn da Quebrada no “Saia Justa”, exibido pelo GNT, canal por assinatura pertencente ao Grupo Globo, foi repercutida por Sonia Abrão e seus colegas de bancada no “A Tarde é Sua” desta quinta-feira (23). No vespertino da RedeTV!, a comunicadora criticou o comportamento da ex-BBB na atração e saiu em defesa de Silvio Santos sobre a polêmica envolvendo mulheres trans no dominical do apresentador do SBT.

No programa comandado por Larissa Luz, Luana Xavier, Sabrina Sato e Astrid Fontenelle a integrante das ‘Comadres’ falou sobre o avô de Tiago Abravanel, que no último dia 12 tirou dúvidas sobre a identidade de gênero com a mulher trans Ava Simões, uma das convidadas do quadro “Não Erre a Letra”. Em recente crítica, a famosa disse que o comunicador “deve desculpas à comunidade trans”.

No “A Tarde é Sua”, Sonia Abrão debochou da atriz de “Segunda Chamada” (2019) no “Saia Justa” e opinou sobre a polêmica com o pai de Patrícia Abravanel. “A crítica elogiou a conversa tão simples, tão leve do Silvio Santos com a transsexual, e ela resolveu destoar no ‘Saia Justa’ achando que ia arrasar. É completamente desnecessária e equivocada.”, disparou a apresentadora, que na edição anterior detonou Maisa como possível apresentadora do “Vídeo Show”, da Globo.

Thiago Rocha, um dos jornalistas da bancada da atração, mandou recado para Linn da Quebrada: “Não fica caçando assunto pra biscoitar”. Já Felipeh Campos insinuou que a intérprete de “Amor Amor” estaria tentando ficar como apresentadora fixa do programa do GNT. “Ontem eu achei que ela fosse dar uma voadora na Astrid [Fontenelle], outra na na Sabrina [Sato] e ficar ali no sofá eternamente porque é isso que eu acho que ela estava procurando: ficar no ‘Saia Justa’.”

Continua após a publicidade

Em suas críticas a Silvio Santos, Linn da Quebrada disse que o empresário deve “desculpas” pela forma com que retratou pessoas trans na televisão nos últimos anos. Ela apontou desserviço por parte do apresentador e manutenção da violência e da dor de pessoas da comunidade.

“É também o mesmo Silvio que constrange e debocha da Roberta Close. Ele, como tantos outros meios de comunicação, devem desculpas pelo desserviço e pela contribuição assídua em desumanizar e atuar com tanto gosto na manutenção da violência e da dor. É necessário que não só ele, mas tantos profissionais da comunicação percebam o esforço sistemático na criação de um imaginário social, em rede nacional, que trabalhou muito bem para que rissem diante do espetáculo traumático de nos ferir e desumanizar.”