Fechar
Sobrenatural

Sonia Abrão se emociona ao contar aparição de amiga morta

Apresentadora do “A Tarde é Sua” relembrou morte de Chorou, vocalista da banda Charlie Brown Jr. e de outra prima

Paulo Henrique LimaRepórter do EM OFF

A morte da personagem Madelaine (Karine Teles) em “Pantanal” virou destaque da roda da fofoca do “A Tarde é Sua”, programa comandado por Sonia Abrão na RedeTV. Durante o debate sobre a possibilidade de a personagem ter sobrevivido ao acidente aéreo na região pantaneira do Mato Grosso do Sul, onde se passa a trama, a apresentadora se emocionou ao relatar uma experiência sobrenatural.

De acordo com a comunicadora, uma amiga que faleceu pouco tempo depois de uma irmã do vocalista da banda Charlie Brown Jr. Chorão, em 2013, apareceu para ela querendo tirar dúvida sobre sua morte. A situação deixou a jornalista em estado de choque a ponto de não conseguir interagir com a mulher morta. O encontro ocorreu no quarto de porta fechada na casa da famosa.

“Eu tinha uma amiga muito querida que veio a falecer, um mês depois, eu achei que estava dormindo, mas até hoje não sei. Minha impressão naquele momento é que eu não estava dormindo, de repente, ela estava do meu lado. Ela tocou em mim, estava chorando e dizia: ‘Por favor Sônia, me diga se eu estou viva ou estou morta’. Mas eu sentia que eu estava acordada, com toda certeza, não dá para falar diretor, não dá”, disse, emocionada.

“Foi muito forte, uma pessoa quando não sabe onde está mais, era um momento de desespero dela e dava uma aflição, não sabia se falava ou não. Ela levantou foi andar pela casa, foi para a sala e foi embora, agora, me pergunta como ela foi embora? Não sei, só sei que de repente ela foi embora e eu não pude dar a resposta para ela”, contou. 

Continua após a publicidade

Ainda no “A Tarde é Sua”, Sonia Abrão também relembrou outras duas situações sobrenaturais que vivenciou com Chorão. A apresentadora contou que “foi avisada” da morte do primo. “Minha prima Tânia, irmã dele, ela foi para Belém do Pará para ver uma médium famosa e que o Chorão teria conhecido e admirado o trabalho dela. Ela, conversando com a médium, recebeu uma mensagem dele”.

“A médium disse: ‘Tânia, não chore, não se desespere, daqui a pouco, vamos estar juntos’. E dali, um ano, ela morreu também. Minha tia perdeu dois filhos em um espaço de um ano e ele tinha avisado”, disse ela, que também contou um episódio sobrenatural envolvendo um boné da banda de sucesso liderada por Chorão.

“Estava no meu quarto, lendo, quieta, isolada, não tinha janela aberta, um vento, não tinha nada dentro do quarto que pudesse deslocar algo de lugar, mas tenho uma estante grande e meu filho tem a mania de pendurar o boné da ‘família 13’ do Chorão na quina da estante, aí aconteceu isso”, começou, que em seguida deu detalhes sobre o ocorrido.

“Eu estava lendo e aí o boné se desprendeu da estante, mas não caiu no chão, a sensação que tive era que ele caiu em câmera lenta. Depois, nesse dia, de madrugada, tocou o telefone e eu soube que o Chorão tinha morrido. Então, para mim, ficou evidente que ele passou por ali e avisou da passagem dele. Foi tão claro, que não tinha como duvidar”, concluiu.