Fechar
FORA DO AR

Tiago Leifert cancela ida para Globo e faz piada com tornozeleira eletrônica

Apresentador marcaria presença na final do “The Voice Brasil”, mas acabou revendo sua decisão

Paulo Henrique LimaRepórter do EM OFF

A Globo vai promover a final do “The Voice Brasil” nesta quinta-feira (23), após capítulo inédito de “Um Lugar ao Sol”. A edição seria palco para a despedida de Tiago Leifert da emissora. O apresentador pediu demissão após 15 anos de serviços prestados, sendo cinco deles no comando do “Big Brother Brasil”, reality show global de maior audiência da televisão brasileira.

Mesmo fora do ar, o apresentador pretendia marcar presença na plateia do talent show e rever os amigos. No entanto, sua ida aos Estúdios Globo, no Rio de Janeiro, foi cancelada. O marido de Daiana Garbin não deu detalhes, mas ressaltou que ainda precisa ficar ao lado da família, o que teria motivado seu pedido de demissão. Nos Stories do Instagram, ele lamentou que não estará na final do programa de André Marques.

“Hoje é a final do The Voice, ia ser a minha última noite [como contratado da Globo], tinha plano de ir pro Rio de Janeiro ficar na plateia perto do André Marques, dos técnicos, da equipe e dos finalistas, mas estou precisando ficar aqui em São Paulo perto da minha família”, explicou. Tiago Leifert também fez piada com a tornozeleira eletrônica em referência ao seu período sabático fora do ar.

“No momento certo a gente conversa sobre isso [motivo da minha saída da Globo], não tô de tornozeleira eletrônica, as pessoas falam ‘não pode viajar por quê? Foi pego no desdobramento da Lava Jato?’. Não é isso, mas no momento certo a gente se fala”, explicou. “Queria muito estar lá, vou fazer um esforço pra assistir porque os horários aqui em casa são maluquinhos, mas vou assistir”, concluiu.

Continua após a publicidade

Em setembro, Tiago Leifert foi entrevistado por Ana Maria Braga, no “Mais Você”, e falou sobre sua decisão de encerrar vínculo com a Globo. “Se for pegar a primeira vez que eu tive uma sensação dessa, faz muito tempo, pelo menos quatro anos. Mas eu soterrei. A minha história mesmo começa 20 anos atrás, quando me mudo pros Estados Unidos. Meu objetivo era trabalhar no esporte na Globo”.

O apresentador relatou sobre a rotina de comandar o “The Voice” e o “Big Brother Brasil”. “Isso aqui vai muito além do emprego. Sair daqui é sair de casa. Tive uma vida de atleta. Na véspera do ‘The Voice’ ou do ‘Big Brother’, eu não saía. Essa obsessão sempre, trabalhando muito, sem férias. Minha grande epifania no ano passado, ‘BBB 20’, minha esposa grávida. O programa tinha sido grande e eu não estava feliz”, explicou.

A demissão de Tiago Leifert da Globo já havia sido anunciada por ele aos superiores em 2020, após a edição que consagrou Thelma Assis campeã e foi recorde de audiência e faturamento. “Era essa escolha que eu tinha que fazer. Sair ou ficar mais quatro anos. Ano passado, quando eu falei isso, foi um choque. Mas eles entenderam. Conversei com a empresa, vocês foram maravilhosos comigo desde o começo”.

Apesar de avisar a alta cúpula sobre o interesse em sair do ar, o comunicador decidiu se aventurar por mais um ano e comandou o “BBB21”, vencido por Juliette Freire. “Sou muito grato por todos os conselhos, conversei com a família Marinho. Mas estava tudo muito em cima. A decisão mais lógica é não fazer agora. Então falei: ‘daqui um ano, a gente conversa de novo”.

Tags Relacionadas: