Fechar
Programa de TV

VÍDEO: Cachorro invade estúdio de TV durante telejornal

Animal fugiu de uma gravação e apareceu durante o noticiário na Rússia

Bruno PintoRepórter do EM OFF

Algo inusitado aconteceu durante a transmissão de um telejornal russo. Um cachorro invadiu o estúdio e, depois de latir, subiu na bancada. O noticiário estava sento transmitido ao vivo e deixou a apresentadora sem saber o que fazer.

A âncora do telejornal, exibido pela emissora “Mir 24”, na Rússia, estava apresentando uma notícia referente ao presidente Vladimir Putin quando, de repente, um cachorro apareceu latindo em baixo de sua bancada.

Bem no início do vídeo, é possível ver o animal andando atrás da apresentadora, que mesmo sentindo a presença de algo estranho, continuou dando a notícia. Não satisfeito em só andar pelo estúdio, o cãozinho latiu e automaticamente assustou a âncora do telejornal.

Em seguida, aparentemente assustada com a situação, a apresentadora gritou e, sem saber se olhava para o cachorro ou continuava dando a notícia, viu o animal colocar as patas em cima da bancada e bagunçar os papeis.

A apresentadora do telejornal tentou, mas não conseguiu driblar o cachorro, que insistia em ir para cima dela. No final, já conformada com a situação incomum, a âncora começou a fazer carinho na cabeça do animalzinho.

Segundo informações do portal “DailyMail”, o cachorro estava acompanhado de seu dono para fazer uma gravação, porém, o animal fugiu e acabou invadindo o estúdio. Ainda segundo o tabloide, diversos telespectadores especularam uma possível estratégia de marketing da emissora, que possui um labrador preto como logotipo.

Não é a primeira vez que algo parecido acontece no mundo televisivo. No início deste ano, um cachorro invadiu uma reportagem de TV nos Estados Unidos. Na ocasião, o cãozinho fugiu pelo portão e foi correndo atrás do repórter, que não se aguentou e o pegou no colo.

Confira o vídeo!

Tem alguma foto? print? vídeo? ou áudio de alguma fofoca? envie um e-mail para contato@portalemoff.com.br sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo