Jô Soares morre aos 84 anos; relembre a carreira do artista – EM OFF

Jô Soares morre aos 84 anos; relembre a carreira do artista

Danilo Reenlsober 05/08/2022

Morreu na madrugada desta sexta-feira (05), no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, o humorista, ator, apresentador e escritor Jô Soares, aos 84 anos.

A morte do artista, que já comandou programas no SBT e na TV Globo, foi confirmada pela ex-mulher do artista, Flávia Pedras Soares, nas redes sociais.

"Aqueles que através dos seus mais de 60 anos de carreira tenham se divertido com seus personagens, repetido seus bordões, sorrido com a inteligência afiada desse vocacionado comediante, celebrem, façam um brinde à sua vida", escreveu

A causa da morte não foi informada pela família. Ainda segundo Flávia, o funeral dedicado ao artista, será aberto apenas para família e amigos mais próximos.

Em mais de seis décadas de dedicação às artes e a cultura brasileira, Jô Soares deixa um legado inigualável. Relembre agora alguns momentos marcantes da carreira do artista:

Jô nasceu no Rio de Janeiro em 1938. Estudou na Suíça e nos Estados Unidos, falava seis línguas e abandonou o plano de ser diplomata para se dedicar à vida artística. 

Vida e obra

Foi ator de teatro, cinema e televisão, além de dramaturgo, roteirista, diretor e escritor. Nos anos 1960, na Record, atuou ao lado de Ronald Golias no clássico "Família Trapo".

A partir daí, atuou e escreveu para diversas atrações, como “La reuve chic”, “Jô show”, “Praça da alegria”, “Quadra de azes, “Show do dia 7” e “Você é o detetive”.

Na década de 1970, fez sua estreia na TV Globo no programa "Faça Humor, Não Faça Guerra". Estreou seu próprio programa na emissora, o "Viva o Gordo", em 1981.

Ainda na Globo, deu vida a outros humorísticos, como “Satiricom”, que satirizava outras atrações da emissora, e “O planeta dos homens”.

Seis anos depois, saiu da Globo para apresentar seu talk show, o "Jô Soares Onze e Meia", no SBT. Ele ficou na emissora de Silvio Santos por cerca de 12 anos, quando retornou à Globo.

Na emissora, comandou o "Programa do Jô" por 16 anos e entrevistou artistas, esportistas, políticos e personalidades. O último programa foi ao ar em 16 de dezembro de 2016.

Ele se casou três vezes, com as atrizes Tereza Austragésilo e Silvia Bandeira e com a designer gráfica Flavia Junqueira. Teve um filho, Rafael, morto em 2014, aos 50 anos.

Jô Soares sempre teve o humor como sua marca registrada: "Tudo o que fiz, tudo o que faço, sempre tem como base o humor. Desde que nasci, desde sempre", afirmou.