Burst

Os famosos que já foram eleitos para cargos políticos

Danilo Reenlsober 22/06/2022

Em outubro, os brasileiros vão às urnas para eleger deputados, senadores, governadores e o próximo presidente da República pelos próximos quatro anos.

Como é de costume, alguns famosos podem tentar uma vaga como representante do povo na política. José Luis Datena, por exemplo, demonstrou interesse em concorrer.

No entanto, o apresentador do "Brasil Urgente" voltou atrás e decidiu permanecer na Band em vez que concorrer às eleições. Em 2018, ele também desistiu da disputa ao Governo de SP.

Ao contrário do apresentador, muitos famosos levaram suas candidaturas à série e foram eleitos. Relembre agora com o EM OFF os artistas que já atuaram como políticos:

O pagodeiro foi eleito vereador em SP em 2008. No ano seguinte, o PCdoB apostou na candidatura do cantor para o Senado, disputando contra Marta Suplicy, na época do PT. A petista saiu vencedora.

Netinho de Paula

Frank Aguiar (PTB-SP) foi eleito deputado federal em 2006, mas não terminou seu mandato: em 2008, venceu a disputa pela prefeitura de São Bernardo do Campo (SP), como vice-prefeito de Luiz Marinho (PT).

Frank Aguiar

Quatro anos depois, em 2012, a chapa foi reeleita. Frank Aguiar tentou voltar ao Legislativo Federal, candidatando-se em 2014 pelo PTB, mas sofreu sua primeira derrota nas urnas.

O ex-ator é filiado ao PSDB, e desde 2019 exerce o cargo de deputado federal de São Paulo. Durante a campanha eleitoral, apoiou Bolsonaro. Em 2016, apoiou o impeachment de Dilma Rousseff.

Alexandre Frota

O ex-jogador já tem experiência na carreira política. Foi eleito senador em 2014, após cumprir mandato de deputado federal. Esse ano, aparece na liderança nas intenções de voto para o Senado do RJ.

Romário

O cantor sertanejo foi o 116º candidato mais votado em SP em 2014, mas conseguiu uma vaga na bancada de 70 deputados do estado. Em quatro anos, não protocolou nenhum projeto de Lei.

Sérgio Reis

Escritor e professor universitário, Wyllys (PSOL-RJ) chegou ao Congresso após vencer a edição do reality show Big Brother Brasil, em 2005. Em seu segundo mandato, foi reeleito com 144.770 votos.

Jean Wyllys

O apresentador foi, em 2006, o 3º deputado federal mais votado do país, com 493.951 votos. Sempre cercado por polêmicas, atuou na Legislatura por apenas dois anos, entre 2007 e 2009, quando morreu.

Clodovil

O humorista foi o deputado federal brasileiro mais votado em 2010, com mais de 1,35 milhão de votos. Sua atuação parlamentar não tem destaque, em geral defendendo projetos da arte circense.

Tiririca

Apoiou o impeachment de Dilma Rouseef em 2016. Em 2018, após dizer que deixaria a política, o palhaço voltou atrás e foi reeleito deputado em seu terceiro mandato.